Psoríase é causada pelo estresse?


             Coceira, placas, prurido na pele são alguns dos sintomas que aparecem em pessoas, sendo diagnosticadas com psoríase em placa. Muitas pessoas chegam a ter incômodos em aparecer em público, pelas alterações visíveis na pele, pelo olhar das pessoas, pelo medo do julgamento. Desta forma, esta descamação acaba sendo um incômodo físico, mas também social. 

            Há diferentes possibilidades em estudos sobre a origem deste sintoma, sendo uma delas o estresse. Sendo assim, podemos observar que existem padrões de vivências que podem desencadear este padrão de alteração. 

            Dentro dos estudos das Leis Biológicas, o Dr. Hamer observou que a epiderme, camada da pele relacionada a presença desta descamação, não é alterada devido a qualquer tipo de estresse, mas sim de experiências conflitivas específicas, desta forma não podemos generalizar as causas deste sintoma a qualquer acontecimento, mas sim a padrões extremamente específicos. 

            Quando vamos atender uma pessoa com este tipo de sintoma, iremos observar situações relacionadas a padrões de contato indesejado/separação. A epiderme tem padrão sensorial, é através dela que temos o contato com pessoas ou objetos e a partir disto temos as sensações de formas, texturas, temperatura e etc. Quando nos afastamos de algo ou alguém, perdemos este contato, e é na região da pele que foi vivida esta percepção de separação que irá aparecer a alteração. 

            Por exemplo, se meu pai se separa de minha mãe, e sempre era ele que me dava cafuné ao dormir, é a região do contato que eu tinha e que sinto falta, que será o local fragilizado nesta fase de separação. 

            Quando falamos do contexto de contato indesejado, estamos relacionando ao fator sensorial na pele, do contato de uma pessoa, de um animal, de algo quente ou muito frio, ou desagradável, que possa ser incômodo e assim traz uma vontade de afastar aquele contato. 

            Este contato indesejado pode ser de um contato agressivo a mim, de um puxão de orelha, de não querer tocar nos instrumentos que são necessários ao meu trabalho, pois não queria fazer o que faço, como ser faxineira, trabalhar como protético, ou em uma biblioteca, por exemplo, ou mesmo não querer ter o contato físico de um(a) parceiro(a) sexual. 

            A diferença da psoríase, para qualquer outra alergia de pele, é o fato de haver um duplo estresse ocorrendo, e não apenas um, ou seja, para desencadear a psoríase, tem que ter ao menos dois conflitos, um em fase de estresse e outro saindo do estresse, como no caso de uma criança que os pais se separam, e ao ir ao pai, ela se separa da mãe, mas relaxa a separação com o pai, e quando volta para casa, separa do pai e relaxa a separação com a mãe. 

            Também quando uma pessoa que perde o emprego, que tem que se submeter a trabalhar com algo que não gosta, que se frustra em fazer aquilo, mas ao mesmo tempo pode se aliviar por estar trabalhando em algo para ter certo valor financeiro para sobreviver. 

            Ou ainda quando se separa de um relacionamento, está em outro, mas ainda carrega a falta que faz o relacionamento antigo. 

            Cada pessoa tem suas vivências e elas devem ser observadas especificamente, por isto trago uma base no artigo, o resto tem que ser avaliado perante a vivência daquele paciente que vai lhe procurar. 

 

Dr. Ivan Bonaldo (Crefito 8/99696-F)

Fisioterapeuta e idealizador das Leis Biológicas Experience

 


Arte: Rocka Studios 

 

Terça-feira, 15 de Outubro de 2019
Voltar
Rua Silvio Vidal - 175, Sala 601 | Centro Médico Dr. Silvio Vidal - Pato Branco - PR
ivanbonaldo@yahoo.com.br | ativaterapias@gmail.com
(46) 3025-5399 | (46) 9981-2112
Site Desenvolvido por Agencia PQPK