Estou com dor, agora estou em fase de cura

 

Na verdade não é bem assim. Algumas pessoas ao estudar as Leis Biológicas, começam a usar padrões de informações relacionados ao que é mais frequente, como se sempre acontecesse da mesma forma, mas não é bem assim na realidade. 

            Sabemos que uma grande maioria dos sintomas aparecem na fase onde já saímos do estresse, mas também existem aqueles sintomas que estão presentes durante a fase de estresse, como a taquicardia, pressão alta, diabetes, gastrite, tensões em trapézios, aquela musculatura entre o pescoço e ombros, entre muitos outros sintomas. Por isto é importante identificar e compreender como cada órgão e tecido funciona e qual o momento em que cada um desperta o sintoma. 

            Além disto, o fato de sair do estresse, não significa um decreto de cura. Muitos terapeutas acreditam, por nomenclaturas de tradução, que na fase de resolução, ou  seja, a fase após o estresse, o corpo já está se resolvendo, e que então não é preciso fazer nada mais, apenas esperar, mas também não é bem assim. 

            Existem algumas variáveis que impedem com que o organismo volte a uma boa normalidade de funcionamento, que são as recidivas e os chamados trilhos do conflito. 

            As recidivas acontecem cada vez que revivemos a situação de estresse, ou seja, se o seu cliente vivenciou uma situação de estresse no trabalho e ligou um certo alerta, pelo financeiro, por perigo de perder o emprego, ou se o sócio agiu de forma injusta com ele e após um tempo isto passou e ele pôde relaxar, ele saiu do pico de estresse, e algum sintoma poderia aparecer, mas se ele volta a viver a mesma preocupação ou incômodo, o alerta tende a voltar. 

            No caso de uma cliente que cuida de sua mãe com uma doença grave, tendo perigo de perde-la a cada momento, a cada susto ela liga o alerta, mas ao voltar ao normal, tende a sair do estresse e um sintoma aparecer, mas logo quando reativa o estresse, liga o alerta novamente, criando um ciclo de repetição. 

            Por estas questões é necessário compreender se o seu cliente realmente saiu totalmente do estresse, ou se ainda há possibilidades de reativação do conflito, pois a cada reativação há a tendência de o sintoma voltar ou ainda se tornar cada vez maior e mais crônico.

            Já os trilhos do conflito são as referências de tudo que guardamos no momento do estresse, como o cheiro do ambiente, os barulhos, o gosto do alimento que estávamos comendo, o que estávamos vendo e sentindo ao toque da pele, além do tempo, que seria o horário ou época do ano em que ocorreu o incidente, o que faz com que muitas pessoas entrem em padrões físicos ou emocionais em horários ou épocas do ano, como todo dia às 15 horas ter sono ou todo Natal ficar irritado, e também o contexto de espaço, onde pessoas às vezes se incomodam com lugares fechados, ou ao ter que ficar sentado muito tempo. 

            Desta forma, quando vivemos um estresse, nosso corpo grava os 5 sentidos, mais o tempo e o espaço e cada vez que ocorre, através destes sentidos, uma lembrança do estresse, de forma consciente ou inconsciente, podemos reativar o sintoma, como no caso de pessoas que cada vez que tomam leite, têm diarréia, cada vez que sintam o cheiro de pó, têm renite, todo dia às 4 horas da manhã despertam e não conseguem mais dormir.

            Você deve ter percebido que não é tão simples assim retirar um paciente de um estado conflitivo, evitar todas as possíveis recidivas ou trilhos que podem lembrar do conflito, mas é este o caminho que nós como terapeutas temos que seguir, analisando todos os fatores que podem ainda fazer com que o cliente permaneça em seu desconforto, e assim poder auxiliá-lo a sair deste processo, mas para isto precisamos compreender muito bem o padrão de cada órgão e tecido do corpo, para então ser mais preciso com a situação que o cliente está vivendo.  

 

Dr. Ivan Bonaldo (Crefito 8/99696-F)

Fisioterapeuta e idealizador das Leis Biológicas Experience

 

Segunda-feira, 25 de Novembro de 2019
Voltar
Rua Silvio Vidal - 175, Sala 601 | Centro Médico Dr. Silvio Vidal - Pato Branco - PR
ivanbonaldo@yahoo.com.br | ativaterapias@gmail.com
(46) 3025-5399 | (46) 9981-2112
Site Desenvolvido por Agencia PQPK