Origem emocional das três principais queixas que chegam no consultório do fisioterapeuta

Dores nos ombros... dores no pescoço ... dores nas costas...

Sabe o que isso quer dizer emocionalmente?  Trata-se dos conflitos derivados embriologicamente do mesoderma novo.

 

O mesoderma novo na embriologia dá origem aos tecidos de estrutura e sustentação do nosso corpo principalmente, são eles a nossa musculatura e as articulações, ossos, cartilagens, veias, artérias.

 

Um dos principais focos de queixas que chegam para nós fisioterapeutas são os músculos e articulações, e agora você já sabe que eles derivam do mesoderma novo, e vai entender que esses tecidos são afetados em situações emocionais vinculadas à impotência, incapacidade ou desvalorização, ou seja, quando alguém é forçado a se submeter, ter que fazer algo que não quer ou quando  não pode fazer o que deseja.

 

Vamos detalhar, com exemplos da minha prática clínica, os conflitos biológicos e suas sensações, dos ombros, região cervical e lombar.

 

Ombro:

Aqui os conflitos geralmente estão relacionados à impotência de afastar ou trazer para perto de mim uma pessoa querida no contexto simbólico, mas claro que há algumas outras interpretações no contexto real, sobre situações de incapacidade perante a exercer a função ideal perante a região específica, como em situações de trabalho.

 

Já atendi alguns casos de pacientes onde uma mãe se sente impotente em proteger uma filha de uma situação emocional que ela estava passando, uma situação de tristeza ou mesmo por uma situação de doença, ela pode se sentir impotente de proteger ou trazer para perto de si aquela filha ou mesmo quando uma mãe mesmo passa por uma situação de perda de uma filha e isso faz com que ela não possa mais carregar no colo, ter aquela criança nos seus braços.

 

Outras possibilidades encontradas são os conflitos de não poder afastar algo ou alguém que esta incomodando, às vezes no caso de um relacionamento, onde se tem uma pessoa que incomoda muito e que atrapalha muito o trabalho e seu paciente não aguenta mais essa pessoa por perto e quer afastar ela, ou mesmo um relacionamento conjugal onde uma pessoa não gosta ou não aceita mais o cônjuge perto e o quer afastar. Isso pode até ter relação com o lado da cama que o parceiro dorme, então se a pessoa tem muita irritabilidade com o parceiro, às vezes o lado que ele dorme tem relação com o ombro que será afetado no seu paciente também. Pode haver relação com a lateralidade também, mas esse assunto é para outro artigo.

 

 

Cervical: aqui os conflitos podem estar relacionados à desvalorização intelectual, principalmente na parte superior do pescoço, ou seja, nas primeiras duas ou três vértebras superiores, que podem estar relacionada a sentir-se desvalorizado intelectualmente, sentir-se menos inteligente do que se é ou incapaz ou criticado demais em algumas situações.

 

A cervical um pouco mais baixa, pode estar relacionada a situações de submissão. Um exemplo é se o seu paciente tem que se curvar, tem que abaixar a cabeça pra alguém, mas é aquela pessoa que ele não aceita ou não aguenta ficar junto, mas ele tem que andar cabisbaixo frente a situação.

 

Isso acontece também em relacionamentos, onde quando o marido chega em casa e a esposa baixa a cabeça, porque ela está irritada com relação ao parceiro, ou vice versa e o parceiro anda de cabeça baixa e não quer falar ou tocar em alguns assuntos com a parceira para não provocar um clima pior e uma situação mais estressante.

 

Lombar: Sintomas nessa região também pode estar relacionada a situações de submissão. É como se o paciente sentisse que as pessoas estão montando em cima dele. Tentar se submeter extremamente a um sócio profissionalmente ou alguma pessoa de casa, um cunhado, uma cunhada, uma pessoa da família que às vezes é muito chata,  muito incômoda ou  fica passando dos limites  e  seu paciente tem que se submeter, se curvar e aceitar situações desse tipo.

 

Se o seu paciente passa por essas situações no dia-a-dia de impotência,  de não poder tomar o rumo que gostaria para sua vida ou de precisar se submeter numa situação que não gosta, seja profissional ou seja dentro da minha família,  já parou pra pensar que esse tipo de situação pode estar causando sintomas? Que essas dores que eles te procuram para tratar podem vir dessa sensação de impotência? Preste atenção nos sinais, nos sintomas e tente decifrar essas relações.

 

Lembrando que as informações aqui são apenas possibilidades, cada paciente é único e deve ser olhado de forma diferenciada, podem existir outras inúmeras possibilidades a estes sintomas, tudo irá depender da forma que vivenciou a frustração.

 

Se você é paciente, este conhecimento é informativo, sempre em primeiro plano é necessário uma avaliação profissional para que possa ter um diagnóstico mais preciso.

 

Me mandem comentários para que a gente possa ir trocando informações, esclarecendo dúvidas e nos fortalecendo cada vez mais como uma comunidade, em busca de resultados mais rápidos e eficazes em nossos atendimentos. #comunidadeorigens

 

 

Se você quer aprender mais, quer ir mais a fundo então você não pode perder esse ano a Leis Biológicas Experiência que acontecerá em novembro! Fique ligado que logo trago mais informações.

 

Quer saber mais sobre a Origem Emocional dos Sintomas? Confira os vídeos com outros conteúdos no YouTube.com/ivanbonaldo

 

Dr. Ivan Bonaldo (Crefito 8/99696-F)

Fisioterapeuta e idealizador do Curso Origens

Quinta-feira, 02 de Abril de 2020
Voltar
Rua Silvio Vidal - 175, Sala 601 | Centro Médico Dr. Silvio Vidal - Pato Branco - PR
ivanbonaldo@yahoo.com.br | ativaterapias@gmail.com
(46) 3025-5399 | (46) 9981-2112
Site Desenvolvido por Agencia PQPK